CD Vários - O Fado e a Alma Portuguesa - Fernando Pessoa

(Cód.118781594)

Escolha uma loja abaixo e compre

R$ 34,90

  • R$ 34,90 em até 3x de R$ 11,63 s/ juros com Ame e receba R$ 1,75 de voltasaiba mais

calculando frete e prazo
calculando frete e prazo

Informações do produto

Informações do produto

<p align="justify"> Em 2013 passam 125 anos sobre o nascimento de Fernando Pessoa. Para celebrar essa data a Warner Music Portugal e a Seven Muses Music Books com o apoio da Casa Fernando Pessoa e Museu do Fado editam no próximo dia 25 de Novembro uma coletânea que sob o título "Fernando Pessoa - O Fado e a Alma Portuguesa" que reúne um conjunto de poemas de Pessoa que, ao longo dos anos foram gravados na voz de vários fadistas e alguns inéditos. O alinhamento do disco incluirá um total de 20 temas interpretados pelas gerações que se afirmaram no fado a partir da década de 1990. Inicialmente a escolha incidiu sobre temas já editados e conhecidos do grande público de artistas como Camané, Mariza ou Ana Moura. Porém, atendendo à dimensão da obra, os editores decidiram fazer mais do que uma simples recolha de repertório existente, e lançaram o desafio a vários artistas com reconhecido mérito destas novas gerações a gravarem novos temas exclusivos, desafio este que foi aceito com elevado entusiasmo. Os artistas que integram temas inéditos nesta obra são: Ana Laíns, Débora Rodrigues, Mafalda Arnauth, Ana Sofia Varela, Carminho e Ricardo Ribeiro, os três últimos com composição e produção de Diogo Clemente. Curiosamente Amália Rodrigues afirmou numa entrevista concedida à Rádio Renascença em 1989 que a poesia de Fernando Pessoa era mais para ser lida e refletida do que para ser cantada. Apesar de Amália nunca ter cantado Fernando Pessoa, a sua poesia acabaria por chegar ao fado no início dos anos de 1970 com Teresa Tarouca e na década seguinte com composições e interpretações de João Braga. Até aos anos 90, mas apenas de forma esporádica, outros fadistas interpretaram poemas de Pessoa como Carlos do Carmo, Frei Hermano da Câmara e Maria da Fé. Só a partir dos 1990, com as gerações de fadistas que emergiram nessa década, é que de uma forma regular se tem interpretado no fado a poesia homônima e heterônima do poeta. Camané é o fadista que mais tem cantado Pessoa no fado - quase todos os seus trabalhos têm incluído poemas do autor - mas muitos outros fadistas como Mísia, Paulo Bragança, Mariza, Cristina Branco, Ana Moura ou António Zambujo têm igualmente incluído poemas de Pessoa no seu repertório. O poema que dá nome a esta obra <b>O Fado e a Alma Portuguesa</b> surge num depoimento do poeta sobre o fado publicado na Notícias Ilustrado, revista semanal então dirigida pelo cineasta Leitão de Barros, editada como suplemento do jornal Diário de Notícias em 14 de abril de 1929. Deste poema talvez tenha despontado uma das mais brilhantes definições que ajudam a desvendar o mistério do fado «O fado, porém, não é alegre nem triste. É um episódio de intervalo. Formou-o a alma portuguesa quando não existia e desejava tudo sem ter força para o desejar. <br><br><b>Imagem Meramente Ilustrativa.</b> <br><br>

Ficha técnica

Ficha técnica

Código118781594
Código de barras0825646364091
Tipo de CD/DVDMusical/Show
GravadoraWARNER
Dimensões aproximadas da embalagem do produto - cm (AxLxP)1x14x13cm
Peso aproximado da embalagem c/ produto (Kg)93g
Mais informaçõesConteúdo da Embalagem: 1 CD
Voltar